quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

O AMOR EM CAIXAS... (onde foi que eu perdi meu sapatinho?) Das duas, uma. Ou você tem namorado, amante, parceiro; ou está sozinha. A sociedade prega que as pessoas vivam em pares. Isso não é de hoje. Mas eu gostaria de dizer que sinto uma imensa preguiça desse papo. Papo furado de quem leu muito "Romeu e Julieta". Eu acredito no amor. Não como uma salvação. Mas como um prêmio de quem consegue se achar. E se conhecer. Não acho que a felicidade do outro esteja única-e-exclusivamente em alguém. Longe disso. O que eu vejo muitas vezes são pessoas desesperadas para encontrar alguém. Mulheres lindas e inteligentes que acreditam que são menos por não serem dois. Fico triste com tudo isso. Muita gente casa sem querer. Namora sem saber os sonhos de quem dorme ao seu lado. As pessoas banalizam o amor e o colocam em pacotes. Com laços de fita e tudo. Muito chique. Da Trousseau. (O que eu acho é que o mundo precisa de pessoas apaixonadas. Por elas mesmas.) (do livro Princesa de Rua - Fernanda Mello)

Bom, passei 1 ano e 2 meses  da minha vida, tentando entender algumas coisas, procurando respostas pra outras e no final não encontrei nada.Hoje percebo como perdi meu tempo, desperdicei chances,exclui pessoas que hoje poderiam me fazer muito feliz.
Mas, hoje 28/12/2011 exatamente as 13:02 estou dando um basta nisso tudo, chega de passado, de histórias mal resolvidas, de pensar como ele está, se está feliz , ou não, se esta casado ,namorando ou solteiro, se deixou a barba crescer, se ainda lembra de mim, da nossa história, de nossos filhos, não vou e nem quero mais me interessar por isso. Foi bom tudo que vivemos, marcou, nossa e como marcou, a ferida dói as vezes, mas nada melhor pra alma, pro ego, pra vida e pro coração do que ter uma pessoa incrível ao teu lado que te acorda com beijos apaixonados que te diz todos os dias como você é importante,nada desses "clichês" como:"não sei viver sem você" "você é minha vida" e muitos outros, o que importa são as atitudes, os carinhos, os encontros os beijos as mãos entrelaçadas, aquela vontade de ficar sempre perto, nada forçado, deixando tudo acontecer naturalmente.
Desde  o fim, acho que nunca me senti como estou me sentindo nesses últimos dias, tão feliz, tão desejada,estou bem, isso que importa. 
Dry S2


“Alguém me perguntou se eu conhecia você, um milhão de memórias

passaram pela minha mente e eu sussurrei: Não mais.”

2 comentários:

  1. Ler lá a ultima postagem... Acho que vc pode gostar! BJu Chorei lendo seu texto. Tenho um blog que fiz só pra escrever para o meuu ex, mas é oculto. Pq é mto triste. Talvez um dia te mostre. bju

    ResponderExcluir
  2. Ei minha querida, eu li sua postagem, lindo amei.Eu tbm tenho outro blog oculto, acho que esse ninguém nunca vai conhecer..se cuida bj

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita.
Fico feliz, volte sempre =D

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...