sábado, 29 de outubro de 2011

‎"Aproveite cada minuto de sua vida, pois o tempo não volta, o que volta é a vontade de voltar no tempo"

Conta pra mim





Conta pra mim de onde a gente se conhece. De onde vem a sensação de que sempre esteve aqui, quando eu sei que não estava. Conta por que nada do que diz sobre você me parece novidade, como se eu estivesse lá, nos lugares que relembra, quando eu sei que não estive. Conta onde nasce essa familiaridade toda com os seus olhos. Onde nasce a facilidade para ouvir a música de cada um dos seus sorrisos. Onde nasce essa compreensão das coisas que revela quando cala. Conta de onde vem a intuição da sua existência tanto tempo antes de nos encontrarmos.

Conta pra mim de onde a gente se conhece. De onde vem o sentimento de que a sua história, absolutamente nova, é como um livro que releio aos poucos e, ao longo das páginas, apenas recordo trechos que esqueci. Conta de onde vem a sensação de que nos conhecemos muito mais do que imaginamos. De que ouvimos muito além do que dizemos. De que as palavras, às vezes, são até desnecessárias. Conta de onde vem essa vontade que parece tão antiga de que os pássaros cantem perto da sua janela quando cada manhã acorda. De onde vem essa prece que repito a cada noite, como se a fizesse desde sempre, para que todo dia seu possa dormir em paz.

Conta pra mim de onde a gente se conhece. De onde vem essa repentina admiração tão perene. De onde vem o sentimento de que nossas almas dialogavam muito antes dos nossos olhos se tocarem. Conta por que tudo o que é precioso no seu mundo me parece que já era também no meu. De onde vem esse bem-querer assim tão fácil, assim tão fluido, assim tão puro. Conta de onde vem essa certeza de que, de alguma maneira, a minha vida e a sua seguirão próximas, como eu sinto que nunca deixaram de estar.

Conta pra mim por que, por mais que a gente viva, o amor nos surpreende tanto toda vez que vem à tona.


A gente tem que morrer tantas vezes durante a vida, que eu já tô ficando craque em ressurreição. Bobeou eu to morrendo.Na minha extrema pulsão, na minha extrema-unção, na minha extrema menção de acordar viva todo dia. Há porradas que não tem saída, há um monte de "não era isso que eu queria".(...)Há dores que, sinceramente, eu não resolvo. Sinceramente sucumbo.

Trecho do poema da minha conterrânea: Elisa Lucinda

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

‎"Aprendi que existem pessoas que ficam no nosso coração, ainda que, não fiquem em nossas vidas".

Um dia a gente acorda e vai dormir pensando que seria melhor ter permanecido na cama. As noites parecem ter o poder da cura. Ao mesmo tempo que também nos trazem  insuportáveis agonias.É só dormir que a dor   sara( ou melhor, queremos achar isso ). É só dormir e acordar para um dia novo. E quem sabe, um mundo novo. Olhar para o lado e notar que tudo passa. Tudo passará. De forma simples. Sem avisos.  Fechar meus olhos com a intenção de diminuir essa dor, essa angustia, mas na realidade nada mudou.Continua tudo do mesmo jeito do mesmo modo que você deixou.
As vezes me pergunto: como fui tão burra? como eu fui te perder? porque eu fiz isso com você, comigo com nosso amor?
A dor as vezes é tanta, que não consigo me controlar, choro de tanta tristeza, de saber que um dia tive você aqui comigo .
Eu te levo comigo todos os dias, na minha vida, na minha memória e no meu coração...


Te amo...eternamente




‎"Por razões que desconheço, nossas aproximações foram sempre pela metade. Interrompidas. Um passo para a frente e cem para trás. Retrocessos. Descaminhos. E me pergunto se, quem sabe um dia, na hora certa, nosso encontro pode acontecer inteiro."

Também acredito no tempo....

Desisto =/

 Às vezes procuramos coisas impossíveis, talvez até inexistentes, nos apaixonamos por seres que acreditamos, e confiamos quando eles dizem eu te amo, nos sentimos felizes e o momento talvez pareça ser o melhor do mundo. Pra que esse desespero para escutar um te amo? Forçamos sentimentos que se quer existem, me responda.. Pra que? Pro sentimento ser maior no futuro? Pois iremos sofrer e ver o quanto estávamos errados em ter acreditado em alguém assim, nos perguntaremos por que não vimos isso antes, porque acreditamos em mentiras que no fundo de nossas almas fomos nós quem as criamos, pra que alimentar esperança num sentimento que não existe, são exatamente essas pessoas que irão te machucar dizendo 'te amo' e depois dizer que era irreal, e me diga.. Quem irá sofrer depois? Não sentir algumas coisas às vezes é o único remédio para a dor causada por elas. Se não é feito para dar certo, quem sou eu para interferir? Crenças nem sempre ajudam em momentos como esse. E, se ajudassem, em quê eu deveria acreditar? Todas as certezas que eu já tive não passam de rabiscos mal feitos... Vivemos em um mundo tão grande e diversificado. Por que então tem que ser assim? Talvez o mundo não seja tão grande assim. Ou, mais provavelmente, há algo de errado comigo ou conosco. Por mais que uma realidade seja cruel, a ausência dela é incomparavelmente pior. A mentira nos faz refletir sobre os princípios da verdade, do mentiroso, e de nós mesmos, que nos deixamos ser enganados. O que eu realmente quero é acreditar em você, acreditar no amor, mais não da... Eu queria poder bloquear de mim tudo que eu sinto. Queria poder odiar todas essas pessoas que insistem em me perturbar, enchendo a minha mente de ilusões e sentimentos não correspondidos. Com toda a confusão aqui, está difícil de respirar Em toda minha vida eu lutei contra a dor, então eu não preciso de você pra me deixar louca
Até mesmo as melhores coisas acabam. Isso faz você pensar porque nós amamos, afinal? E eu sei que isso não é justo :/
 



terça-feira, 4 de outubro de 2011



- Por que ainda dói? Pois é, eu me pergunto isso também. 






Mas, ainda dói, porque simplesmente é amor. Sempre foi 






amor. Dói, porque eu sinto sua falta, porque eu ”morro” de 






saudades de nós. Dói, porque eu não consigo esquecer.






Talvez porque eu não queira esquecer. Esse amor, está 






pedindo socorro, ele chama por você.



1 ano.Outubro, haaa esse mês que ja me fez chorar tanto....

05/10/2011 365 dias sem ele....................




Não tenho muito o que dizer..


Vou deixar um texto que postei aqui nesse blog, em 03 de maio de 2010, quando ainda estava namorando, algumas partes do texto fala muito do agora.. incrível e sem explicação algumas coisas....



Longe pelo Mundo, Perto pelo Amor


Eu queria você perto de mim
Queria poder abraçar com todo meu carinho
A gente se encontra apenas nos sonhos
Por que a gente é tão feliz nos sonhos?
Sempre vejo a gente sorrindo, se amando
Você tem medo que o nosso amor acabe?
Nosso amor é perfeito não tenha medo
Prometo para você, que vou te amar para sempre
Mesmo que você desapareça, vou esperar por você sempre
Mesmo que você fique em silêncio, vou esperar você querer falar
Mesmo que você ame outra pessoa, vou amar assim mesmo você
Mesmo que eu viva com outra pessoa
Vou guarda você sempre no coração
Mesmo que você durma eternamente, vou esperar chegar minha
Hora para encontrar você
Estamos separados pelo mundo, mais juntinhos pelos sentimentos
Não desista do meu amor, porque juro que não desisto de você nunca
Longe pelo mundo, perto pelo amor
O mundo fez o impossível, o amor fez o possível! Te amo




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...