quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Amor Verdadeiro

Por: Carol Waldeck

Um relacionamento é formado por duas pessoas que vieram de famílias, educação, culturas diferentes. Se dentro da própria casa é difícil termos duas pessoas parecidas, imagine fora dela. Ao conhecer alguém buscamos nossas similaridades, as características parecidas, os gostos em comum. É importante termos ideologias, crenças e valores parecidos.


Você encontra essa pessoa, acha que é sua cara metade e vai viver feliz para sempre. Grande engano. Com o passar do tempo, as diferenças de temperamento e personalidade de acentuam. Se seu(sua) parceiro(a) for realmente seu grande amor, existem maneiras de se manterem juntos.

É raro encontrar o amor verdadeiro. Mais difícil é manter esse amor. Por isso, quando passar na sua cabeça desistir de tudo, se concentre nos fatores que fizeram vocês estarem juntos: objetivos em comum, química, sonhos de vida, ambições. Isso fará a relação mais forte.

Se você tiver certeza sobre seu sentimento, não desista. Leia as dicas desse artigo e veja o que seria capaz de fazer para junto com seu(sua) parceiro(a) construir uma relação forte e cada vez mais saudável baseada no amor verdadeiro.

Seja paciente: não desista do seu amor, mesmo que o caminho seja difícil. Às vezes passamos por momentos especiais na vida e precisamos ser pacientes com o outro. Se você realmente se importa você precisa mostrar essa característica de paciência e carinho. Entenda quando seu(sua) parceiro(a) precisa de você, mais do que você dele(a).

Comunique-se: uma conversa madura sobre as diferenças e problemas é a chave para resolver tudo. Explicar o que consegue mudar, até onde aceita a maneira de ser do outro etc. Conversando você será capaz de resolver problemas e crescer junto com ele(a), o que fará o relacionamento de vocês ainda mais forte.

Compreenda: é impossível duas pessoas concordarem em tudo, mas é muito fácil ponderar o ponto de vista do outro e enxergar alguma razão naquela maneira de agir e pensar. Entender as diferenças ajuda a se colocar no lugar do outro em um momento de briga ou fragilidade.

Saiba a hora de ceder: esforce-se para fazer com que o relacionamento funcione entre vocês. Aprenda quando deve ser a sua vez de ceder. Não prolongue discussões sem fundamento. Entenda e respeite o outro. Mostre que você percebe quando sua(seu) parceira(o) está mais frágil e pode exagerar em algo.

Cuide: quando fazemos de tudo para cuidar de alguém, acabamos desenvolvendo sentimentos muito fortes pela pessoa, e esses sentimentos vão permanecer porque o que você construiu é muito mais do que apenas sentimentos.

ATENÇÃO

  • Se você achar que perdeu certos sentimentos por seu(sua) parceiro(a), continue amando-o(a) e esses sentimentos voltarão para dar suporte ao amor verdadeiro.

  • Mesmo apaixonado(a), você pode ter a sensação de ter encontrado outra pessoa que chamou sua atenção. Não se sinta culpado(a). Essa situação é um bom teste. Deixe esses sentimentos virem e irem, afinal sentimentos não são a base real do relacionamento. Perceba que o que tem e construiu com a pessoa que ama é algo que não passa fácil assim.Você pode até encontrar características que te agradem em outra pessoa, mas é apenas lixo comparado com o relacionamento no qual você trabalhou tanto.

  • O amor é uma via de mão dupla. Mesmo seguindo os passos acima pode ser que as coisas não funcionem muito bem, e saiba que não é sua culpa. Seu(sua) parceiro(a) tem que se esforçar tanto quanto você nesse relacionamento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita.
Fico feliz, volte sempre =D

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...