sábado, 6 de novembro de 2010

ALMA GÊMEA … COMO RECONHECER A SUA

Bom, vamos lá…
Na verdade, não há uma regra específica e você também não enxergará uma luz brilhante em cima do ombro esquerdo da pessoa ou mesmo escutará sininhos tocando em sua volta. Por favor, não insista. Não é assim que acontece. Eu confesso que já li muitos livros sobre almas gêmeas a fim de encontrar respostas e uma LUZ sobre muitas coisas que já ocorreram em minha vida. Tudo em vão. Além dos doutrinadores brigarem entre si, muitos deles acreditam que ainda não encontraram a sua própria alma gêmea, ou seja, como podem ter certeza daquilo que não viveram? Mas não deixem de ler sobre este assunto, porque eu também não deixarei. O fato é que todo mundo que tem alguém, deseja que este alguém seja a pessoa de sua vida. Aquela que vai praticamente morrer ao seu lado. Tô errada?

Ninguém namora sem ter a intenção de levar, no mínimo, um relacionamento estável, correto? Não estou falando de constituir família, aquela coisa de filhos e cama de casal. Estou falando de duas pessoas estarem juntas para se completarem, com todas as suas diferenças e defeitos, se ajudarem e crescerem juntos em todos os sentidos.
Quando o relacionamento acaba, estas mesmas pessoas pensam que vão morrer! Ficam pensando o que será dos seus próximos finais de semana sozinhos e o que farão com aqueles planos do natal e do reveillon. Tudo isso até encontrarem uma nova pessoa, que fará elas pensarem que enfim estão amando de verdade como nunca amaram. E então, esta nova pessoa passa a ser o homem ou a mulher de sua vida! Tô errada? Então é isso aí que eu chamo de “não existe regra específica”. Cada um concorda com o que melhor lhe convir.
Você está lá, naquele bar lotado, até que uma pessoa lhe chama atenção, você puxa assunto, fica, namora e em pouco tempo está amando com aquela febre de “eu te amo” pra cá… “eu te amo” pra lá. Você está ali, indo almoçar apressado por conta do cliente das duas horas e se depara com uma pessoa bonita. Você tem uma oportunidade, conhece melhor, fica, namora e se vê amando novamente, fazendo juras de amor, planos e falando “eu te amo” no lugar de “bom dia”. E quando terminar, vai sofrer, vai chorar, vai falar que perdeu o homem ou a mulher de sua vida…. até….. conhecer alguém novo que será nomeado a tal função.
Acreditem, é assim que funciona. Vocês sabem e vivem isso diariamente em suas vidas e nas vidas dos seus *ao-redores*.

Vai viver isso exatamente pelo tempo que DEUS permitir, “amando” um depois do outro…. Até que um dia, você vai entrar na sala da casa de sua tia e vai olhar dentro do olho de um rapaz que vai estar sentando no sofá ao lado da porta, recém chegado de outra cidade. Vai reparar que além de todos os sons terem sumido de repente, os olhos dele também olharam exatamente dentro dos seus. Vai se esquecer das pessoas todas ao redor, aliás, que pessoas? Vai sentir e vai escutar a sua respiração, depois de um tempo, voltando ao normal e quando o gelo da cena congelada começar a derreter, você vai arrastar a sua prima pra cozinha e entupir ela de perguntas sobre a pessoa, sem que ninguém perceba. Vai passar a criar coincidências que jamais existirão para vê-lo de novo, vai conhecer melhor, vai ficar, vai sentir que está amando mas não vai saber rotular isso como amor JAMAIS. Vai ter medo dos seus sentimentos, não vai saber como agir, e mesmo depois de uns bons anos você ainda vai tremer quando ver o nome dele no visor do seu celular. Vai ter aquela dor de barriga de ansiedade quando quiser procurá-lo e mesmo distante vai ter sempre a certeza de que é ele. Vai ter um orgulho inexplicável. Todo mundo que entrar em sua vida, mesmo que de passagem, vai ouvir falar dele. Você vai querer que todos o conheçam e não vai admitir que ninguém tenha má impressão ou fale mal. Vai defendê-lo, vai observar a vida dele mesmo que distante e vai conhecer muitas pessoas depois dele, mas por melhor que seja, depois de um tempo vai perder a graça, porque é ele, só ele. Você vai descobrir que ele briga com o destino, vai ver ele com outras pessoas, vão tentar fugir um do outro pelo tempo que conseguirem, até DEUS enxergar os dois atrás de outras pessoas e retirá-los friamente os jogando um ao outro novamente. Vão fugir por uma eternidade e serão encontrados sempre nas curvas da vida. Porque é amor. Na sua mais real e verdadeira forma. Um amor que dá medo de se viver, porque não quererm que canse. Um sentimento difícil de entender e de se rotular e uma vontade enorme de ser aceito. E então, vai olhar para sua melhor amiga e vai sorrir, dizendo que parou de procurar o novo, porque já encontrou o que nunca mais vai encontrar em outro alguém. E vai dizer baixinho toda noite: É ele!

O tempo é um relógio sem ponteiros, só DEUS sabe a hora certa das coisas acontecerem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita.
Fico feliz, volte sempre =D

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...